Loading


Área do paciente


Leia aqui as Instruções gerais para pacientes novos

Informações ao paciente sobre cuidados pós-operatórios (PO) 2018

Estas recomendações são genéricas e devem sempre ser individualizadas.

Curativo: frequentemente damos alta com o curativo fechado (COBERTO) e assim deverá permanecer por mais dois dias, além do dia da operação. No terceiro dia pós-operatório (PO) deve-se, após o banho, retirar o curativo, limpar com álcool 90 e massagear com creme específico que será prescrito na alta. Essa massagem deve ser feita trêsvezes ao dia. Em algumas regiões como, por exemplo, períneo, não deve ser usado álcool e sugerimos sabões líquidos neutros (clorohexidina).


Dieta: será fornecida por escrito na alta, mas sempre deve-se evitar excessos alimentares, independente da cirurgia realizada.


Analgésicos: usamos analgésicos na fase mais inicial da recuperação, deixando seu uso posteriormente como SOS, ou seja, só em caso de dor. Uma medida simples e de grande utilidade, principalmente nas cirurgias de laparoscopia e single port, é o uso de bolsa de gelo, de quatro a seis vezes por dia, durante 10 minutos, nos três primeiros dias.


Antibióticos: evitamos ao máximo seu uso sendo frequentemente restrito a hora da cirurgia. Qualquer informação diferente será explicitada na alta.


Dirigir automóvel: nas cirurgias laparoscópicas, sugerimos que evite dirigir por 10 dias e nas convencionais, isto é, que “o abdome foi aberto” 21 dias.


Relações sexuais: está muito relacionado ao local da operação, mas nas cirurgias abdominais laparoscópicas sugerimos após o 14º dia PO e, nas convencionais, após o 21 dia PO.


Esforços básicos (caminhar): o ato de caminhar é salutar e diminui o risco de trombose venosa. Assim, recomendamos andar tão logo possível e não impomos restrições para o individuo caminhar, pelo contrário, encorajamos. Nas cirurgias abertas, sugerimos o uso de cinta inicialmente.


Exercícios físicos (academia) : na cirurgia laparoscópica, liberamos após 60 dias e na convencional após 90 dias. Contudo, insistimos que deverá haver uma linha crescente de esforço que, minimamente, dura 30 dias. Assim, a liberação plena ocorre após 90 dias na laparoscópica e 120 dias na convencional. O risco é uma má cicatrização da parede abdominal e posterior desenvolvimento de hérnia incisional.


Retorno ao trabalho: é uma questão individual e será discutida caso a caso.


Consulta de revisão: será marcada pela secretária e usualmente acontece em torno de uma semana após a alta.


Retirada de pontos: é um procedimento indolor e nosso hábito é não retirar todos de uma única vez. Pode começar na consulta de retorno, mas, outras vezes, são retirados em torno de duas semanas de PO.


Cremes de embelezamento da cicatriz: não somos cirurgiões plásticos e acatamos as recomendações do cirurgião plástico da paciente. Caso não tenha, podemos recomendar um creme, visando a evitar cicatriz hipertrófica/queloide.


Direitos dos pacientes operados de câncer:
  • Auxílio doença (vínculo previdenciário);
  • Saque do PIS;
  • Saque do FGTS;
  • Passe livre;
  • Transporte SMS, correspondente à residência do paciente;
  • Isenção do IPJ na compra de carro;
  • Isenção de impostos de renda (após o auxilio).


  • *Sugerimos contatar um advogado para ver se você se enquadra nestas normas.

    Leia aqui o Alerta à prevenção do câncer de cólon.